Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

my cinnamon heart

bem-estar, mindfulness, minimalismo

my cinnamon heart

bem-estar, mindfulness, minimalismo

26
Mai20

Maior Produtividade com a Técnica Pomodoro

Conhecem aquela sensação de chegar ao final do dia e sentir que poderia ter sido melhor aproveitado? De parecer que o tempo voou e pouco fizémos?

E quando tratámos de imensa coisa ao mesmo tempo mas, no final do dia, nada ficou resolvido...?

 

Venho partilhar convosco uma técnica que me ajudou imenso a melhorar a produtividade, a Técnica Pomodoro. Conheci-a há uns bons anos e funcionou tão bem comigo que, ainda hoje, a utilizo!

Esta técnica pode ser aplicada em diversas situações: no local de trabalho, no estudo para os testes ou exames, na arrumação da casa, e por aí fora... No fundo vem permitir duas coisas essenciais:
 
  • Momentos de pausa para podermos descansar o cérebro e, assim, assimilarmos melhor a matéria estudada ou o trabalho desenvolvido.
  • Maior concentração, pois as distrações ficam limitadas aos tempos de pausa, seja com uma música, uma conversa rápida com um colega, uma pesquisa na internet que nada tenha a ver com trabalho, uma pausa para o café, ou apenas esticar um pouco as pernas, já que não devemos estar, durante muito tempo, sempre sentados.

 

E como funciona?

A Técnica Pomodoro consiste em fazer pequenos intervalos ao longo de um dia de trabalho.
Por cada 25 minutos de trabalho, faz-se uma pausa de 5 minutos. E, durante esses 25 minutos de trabalho, fazemos apenas isso: Trabalhar! Sem interrupções. Sem nada que nos distraia.
 
Para controlar os intervalos de tempo de trabalho e de pausa, podem usar o site Tomato Timer, um site de uso gratuito e de utilização simples. 
 

tomato timer.png

 

Para iniciar os 25 minutos de trabalho, têm apenas de clicar em "Start" e assim que os 25 minutos terminam, recebem um sinal sonoro para iniciarem a pausa de 5 minutos, clicando em "Short Break".

Após um ciclo de 1H25 (25+5+25+5+25), faz-se uma pausa maior, de 10 minutos.

 

Este ciclo resulta muito bem comigo, quando estudo. Durante os 25 minutos consigo estar sempre concentrada e apercebi-me que, com pausas de 5 minutos, consigo descansar e interiorizar a matéria. Raramente, preciso voltar atrás e reler alguma coisa para a perceber melhor.

 

A vantagem deste site é que se ajusta a todos! Podes definir outros tempos de trabalho e de intervalo, caso os 25+5 minutos não se adequem a ti

 

 
 
São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
14
Mai20

Método Vesúvio - Cada Coisa no Seu Sítio

Hoje venho mostrar-vos algumas imagens do meu antigo quarto, após ter colocado o método Vesúvio em prática.

Como já sabem, no passo Categorizar, é importante definir espaços específicos para guardar cada tipo de artigo.

O primeiro espaço que criei foi para "Roupa de Cama":

 
Antes tinha os lençóis e a restante roupa da cama guardada em duas prateleiras mais apertadas e o edredão numa terceira prateleira de outro armário. Por outro lado, as minhas malas estavam todas amontoadas numa prateleira larga...
 
Tirei-as de lá, seleccionei as malas com que iria ficar - ainda tinha malas que usava quando era muito nova (repararam na japonesa?) - e decidi que a prateleira larga faria mais sentido para a roupa de cama. Assim conseguia colocá-la toda lá, sem a dispersar por vários locais.

 

Neste armário de duas prateleiras tinha de tudo um pouco: livros, velas, filmes e séries, baralhos de cartas, corda para saltar, comandos da consola Wii e miniaturas de perfumes...
 
Agarrei num caixote vazio e transferi tudo para lá. Decidi que este armário passaria a ser o espaço exclusivo para filmes, séries e jogos.


Anotei ainda todos os espaços que tinha por criar:
  • Utilização frequente (canetas, lápis, tesoura, furador, agrafador, fita-cola, etc.)
  • Música
  • Trabalhos manuais e Costura
  • Livros
  • Faculdade
  • Roupa
  • Malas
  • Sapatos
  • Acessórios
  • Praia
  • Desporto
  • Malas de viagem

 

Já definiste os teus espaços em alguma divisão de tua casa? Ou no teu quarto?

 

 

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
13
Mai20

Método Vesúvio - Armazenar

Depois de Simplificar e Categorizar, chegamos à terceira e última etapa do Método Vesúvio: vamos arrumar as coisas de forma organizada.
 
Esta última etapa, Armazenar, consiste em arrumar todas as coisas, que já se encontram agrupadas por categoria, num local próprio.

 

Na etapa anterior, foram definidos os locais para cada categoria. Vamos ver então o que falta fazer... será apenas arrumar?
 
Existem outras questões que têm de ser trabalhadas nesta fase:

 

- Espaço para Armazenar:
Por vezes, a desarrumação deve-se à falta de espaço para arrumar cada coisa. Por exemplo, vários livros empilhados numa cadeira indicam, provavelmente, falta de prateleiras dedicadas aos livros. Mas antes de se comprar mais uma estante, é muito importante verificar se o problema real não será a quantidade, por exemplo, de livros.

 

- Armazenar de forma visível:
Quando os objectos são arrumados numa caixa, que ficará dentro de um armário, essa caixa deverá ser transparente.
 
 
- Etiquetar e outras Estratégias:
Da mesma forma que se etiquetaram as prateleiras e móveis para construir o inventário na etapa anterior, pode-se utilizar um esquema semelhante nas caixas de arrumação mas, desta vez, para indicar o que cada uma contém.

Por exemplo, há quem tenha uma foto de cada par de sapatos colado na caixa onde se encontram, para evitar ter de abrir todas as caixas para encontrar um par específico.

 

- Guardar num local “à mão”:
Por último, quando se definem os locais de arrumação, é muito importante que cada categoria fique próxima do local onde os objectos são usados. Por exemplo, junto à mesa de trabalho deverão estar os objectos que são mais utilizados aí como, por exemplo, caneta, lapiseira, borracha, papel, agenda, etc.
Existe uma forma fácil de determinar quais são os objectos mais importantes em determinado espaço:
Por exemplo, junto à mesa de trabalho, esvaziam-se todas as gavetas ou prateleiras que se encontram próximas e a própria mesa de trabalho. Durante uma ou duas semanas, tudo o que for utilizado, coloca-se nesses locais de arrumação. Tudo o resto pode ser arrumado noutro local.


Espero que tenhas gostado desta série de três posts sobre o Método Vesúvio e que te possa ajudar nas arrumações!
 
 
São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
12
Mai20

Método Vesúvio - Categorizar

O 2º passo do Método Vesúvio consiste em agrupar as coisas que decidimos guardar, por categoria.
 
No livro de Sandra Felton, Winning the Clutter War, são sugeridas algumas categorias como:
  • Fotografia
  • Música
  • Artes Manuais
  • Culinária
  • Correspondência
  • Materiais de Reparação

 

Depois de definires as que mais sentido fazem para ti, falta apenas definir um lugar para cada categoria e arrumar tudo no sítio correspondente.

 
Eu era uma daquelas pessoas que empilhava tudo. Podia parecer que tinha sempre tudo desarrumado mas, regra geral, sabia onde estava cada coisa porque, de alguma forma, memorizava a ordem pela qual as tinha colocado.
 
O facto de ter de arrumar todas as coisas dentro de armários fazia-me alguma confusão. Como é que eu ia encontrar aquilo que precisava se deixava de estar à vista, como sempre? No livro, acabei por descobrir que este é um receio natural entre as pessoas mais desarrumadas e que, para isso, também há solução!

 

O truque é criar uma espécie de inventário. As prateleiras, gavetas e outros locais de arrumação são numerados e cria-se uma lista com a categoria que corresponde a cada local. No meu inventário, decidi complementar a informação com um esboço dos armários que tenho, junto a uma das paredes do quarto.
 
 
 

Talvez tenha sido um exagero numerar todas as prateleiras e gavetas do meu antigo quarto mas foi o único sistema que resultou! 

 
 
E vocês, que acham disto? Será que existe uma linha que separa a arrumação da obsessão pela arrumação?
 
No livro, referem que os desarrumados têm medo de transitar para o outro extremo!
 
 
São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
11
Mai20

Método Vesúvio - Simplificar

Em que consiste então a 1ª etapa do Método Vesúvio? Simplificar?


Para organizar uma casa, uma divisão ou apenas um armário ou uma gaveta, devemos começar por Simplificar.

Simplificar consiste em separar as coisas que queremos guardar, das que devem ser eliminadas de nossa casa. Para alguém menos desarrumada, basta aplicar isto a uma gaveta, enquanto a pessoa mais desarrumada já terá vários caixotes cheios, se já tiver começado a destralhar a casa pelo Método Vesúvio. 
 
Construí um diagrama muito simples que sumariza o mais importante desta etapa: se há um objecto que não é útil, ou que não achamos bonito ou especial, ele está apenas a ocupar espaço em nossa casa.

flux.png

Para poupar tempo e ser mais eficiente, deve-se utilizar:

  • Uma caixa "guardar": esta serve para colocar todos os objetos que estejam no local errado. Por exemplo, se estivermos a arrumar uma gaveta, tudo o que não pertença a essa gaveta, é colocado nesta caixa. Assim que a gaveta estiver limpa e arrumada, dá-se uma volta à casa com a caixa para arrumar cada objecto no seu lugar.
  • Uma caixa "vender/oferecer": para todos os objetos que estejam em boas condições mas que não sejam usados com frequência ou que não sejam especiais.
  • Um saco de lixo
 
Dicas a reter!
  • Todos os objectos que são úteis mas raramente utilizados, são eliminados! Nestes incluem-se, por exemplo, uma caneta que só escreve de vez em quando ou uma máquina de café que só se usa duas vezes por ano.
  • Quanto à caixa "vender/oferecer", esta deve ser fechada para não haver tentações. Quando são artigos que vou oferecer nos anos ou natal, embrulho imediatamente.
  • Em casos pontuais, poderá ser utilizada uma terceira caixa para os objectos alvos de uma grande indecisão. Essa caixa deverá ser marcada com uma data posterior. Até lá, sempre que um objeto dessa caixa faça falta, deverá ser retirado. Chegada a data da caixa, tudo o que esteja lá, deverá ser oferecido ou vendido.

 

 

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
10
Mai20

Os 3 'S' do Método Vesúvio

Já vos falei no livro "Winning the Clutter War" e no Método Vesúvio para destralhar, neste post.
 
O Método Vesúvio já me ajudou imenso. Comecei por pô-lo em prática no meu antigo quarto, que era um caos... Tinha tentado arrumá-lo várias vezes mas não tinha uma estratégia e era tanta coisa, que acabava por ficar frustrada e desistia.
 
Quando descobri o livro "Winning the Clutter War" saltei logo para este capítulo e descobri os 3 "S" do Método Vesúvio:
  • Simplify - Simplificar
  • Sort  - Categorizar
  • Store - Armazenar

 

Então, o Método Vesúvio tem 3 fases:

  1. Simplificar - Separar as coisas que queremos guardar, das que vão ser doadas ou vão fora.
  2. Categorizar - Agrupar as coisas por categoria.
  3. Armazenar - Como o próprio nome indica, falta apenas arrumar as coisas de forma organizada.
 
 
Nos próximos posts vou partilhar, com mais detalhe, aquilo que aprendi em cada uma destas etapas. Espero que gostem e que vos possa ajudar também!
 
 
São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
07
Mai20

Expetativas altas? Resultados aquém...

A organização é um processo, e não um projecto de um só dia  - Donna D. McMillan

 

Se és impaciente ou se desistes facilmente de um objetivo, este post foi escrito para ti!

 

Devido ao confinamento social, a vida passou a ser feita em casa e, por isso, muitos aproveitaram para fazer pão ou para arrumar a casa. Só que agora, passado algum tempo, já era suposto veres algum avanço e sentes que estás bloqueada e começas a desesperar?

 

Quando começamos um desafio, temos a motivação a 100% mas depois, aos poucos, se não formos conseguindo atingir o objetivo que tínhamos em mente, vamos perdendo o ânimo, certo?

 

Para evitar isto, é importante que te lembres que se acumulaste tralha durante meses ou anos, ela não vai desaparecer numa semana ou duas!

E é muito importante estabelecer metas realistas (lê aqui sobre como definir um plano). Definir a ordem das divisões a destralhar tem muito impacto, assim como o tempo que vamos dedicar a cada uma delas, em função da bagunça. Deves começar pelos objetivos mais fáceis para não perderes a motivação e perceberes que és capaz mesmo que, até hoje, sempre tenhas sido uma pessoa mais dada à desarrumação.

 

Existem várias razões pelas quais podes estar a sentir alguma frustração:

  • É possível que alguém em tua casa, não partilhe os teus objetivos. Então, enquanto vais destralhando ou arrumando, tens alguém a remar em sentido oposto...
  • És perfeccionista ou distraiste com facilidade. Estas caraterísticas estão associadas a uma maior dificuldade em conseguir destralhar. A casa não é um museu, não tentes atingir o perfeccionismo. Se te distrais com facilidade, usa um cronómetro. Arruma durante menos tempo, experimenta 15 ou 30 minutos mas, enquanto o fizeres, não interrompas o processo.
  • A família está toda em casa, os filhos em tele-escola e os adultos em teleconferência... Talvez seja melhor ideia destralhares as divisões onde ninguém está a trabalhar e deixar as restantes para depois da pandemia, quando o dia-a-dia for mais parecido com o que tínhamos antes...

 

Nem sempre podemos pôr em prática os planos que tinhamos em mente, devido a imprevistos que surgem, mas isso não tem de significar desistir deles. A solução é adaptarmo-nos às novas condições e ajustar os nossos objetivos :)

 

 

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
01
Abr20

Método Vesúvio para Destralhar

Já destralharam a casa-de-banho?
 
Tarefa rápida e fácil, certo? Infelizmente nem todas as divisões serão tão fáceis...
 
Uma divisão grande e cheia de tralha é um verdadeiro desafio e fica dificil saber por onde começar. É fácil uma pessoa sentir-se desorientada no meio de tanta coisa. Será mais fácil arrumar uma gaveta ou prateleira de cada vez? Será melhor retirar tudo dos móveis e só depois destralhar?
 
 
O livro "Winning the Clutter War" de Sandra Felton foi o que me ajudou a destralhar o meu quarto, quando ainda morava em casa dos meus pais.
 

Descobri o Método Vesúvio e como funcionou, uso-o desde então.
 
O principal foco do Método Vesúvio é Separar os Artigos por Categorias.
 
Numa divisão grande, cheia de tralha, em princípio não existem ainda locais específicos para cada tipo de artigo/objeto e, por isso, serão necessárias caixas grandes de cartão ou sacos fortes de supermercado.
 
Nessa altura, fui a um supermercado pedir caixas de cartão para mudanças mas, agora, será mais seguro usarem o que têm em casa para dividir tudo em categorias.
 
De seguida, encontram-se os 5 Passos do Método Vesúvio:
 
  1. Marcar cada caixa ou saco com o tipo de artigo que vai conter (ex: roupa, livros, material de papelaria, artigos para doar, etc.)
  2. Colocar tudo o que está na divisão na caixa ou saco correspondente, sem refletir se é ou não para guardar. Excepção para tudo o que for, de certeza, para o lixo. No final deste passo, todas as superfícies e o chão deverá estar sem nada.
  3. Sempre que a caixa ficar cheia, fechar e empilhar contra a parede, com a indicação da categoria virada para nós, para ser possível encontrar rapidamente cada caixa.
  4. No final, a caixa para doações deverá ser posta junto da porta de casa, para ser entregue assim que possível. Neste momento, existem várias instalações que estão a acolher sem-abrigos e que têm pedido roupa, alimentos, etc.
  5. Se a divisão a arrumar for o quarto ou sala, para evitar que no final do dia fique mais caótica do que já estava, deve-se dividir essa divisão em várias partes e tratar de uma parte de cada vez para assegurar que, no final do dia, a divisão não está cheia de tralha no chão - uma divisão grande pode levar mais que 1 dia para ser destralhada e, nos entretantos, não queremos andar a tropeçar!

 

Deixo-vos algumas imagens daquilo que consegui quando coloquei este método, pela primeira vez, em acção. O Antes e o Depois:

Notam as diferenças? ;)

 

 
São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
28
Mar20

10 Razões para nos livrarmos de toda a tralha que nos rodeia

Sempre que encontro um título de livro que acho interessante, procuro-o no site da Amazon porque, muitas vezes, é possível ler algumas partes do livro e, assim, é mais fácil decidir se o vou comprar ou não.

Numa dessas buscas, encontrei um livro de organização chamado "Organize Now!: A Week-by-Week Guide to Simplify Your Space and Your Life" (Organiza Agora!: Um Guia Semanal para Simplificar o teu Espaço e a tua Vida).

Numa das primeiras páginas deste livro, Jennifer Berry, escreveu uma lista dos efeitos prejudiciais de acumular tralha à nossa volta.

 
A tralha...
  1. Provoca sentimentos de frustração e depressão.
  2. Consome a nossa energia.
  3. Rouba 50% do espaço de arrumação da nossa casa.
  4. Dificulta a nossa vida. Para encontrarmos alguma coisa, é necessário procurar em mais locais, olhar com mais atenção e durante mais tempo
  5. Faz com que as limpezas consumam mais tempo.
  6. Sai cara. Se não encontramos aquilo que precisamos, compramos outro artigo igual. Há quem pague renda por mais um espaço de arrumação.
  7. Dificulta o raciocínio. É muito difícil concentrarmo-nos no meio de tanta confusão.
  8. Afecta a forma como nos sentimos. Muitas vezes, temos consciência da tralha que nos rodeia e sentimo-nos culpados por isso.
  9. Pode prejudicar as nossas relações. Por exemplo, se a casa estiver muito desarrumada, evitamos convidar amigos ou família.
  10. Rouba a beleza e a paz da nossa casa.

Vamos destralhar e arrumar?
 
 
São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!
26
Mar20

Destralhar: por onde começar?

Agora que passamos muito tempo em casa, temos uma óptima oportunidade para destralhar e organizá-la!
 
A primeira dúvida com que se poderão deparar é por onde começar?
 
Para chegar a bom porto, é sempre boa ideia, primeiro, traçar um plano.
 
Então, se tiveres lido o post sobre como delinear um plano, já sabes que a primeira divisão da casa a destralhar é a casa-de-banho. Porquê?
 
A casa-de-banho é uma divisão pequena, pelo que irá demorar menos tempo a destralhar. Ao vermos o resultado após algumas horas, ficamos com vontade de continuar e será menos provável desistir do objetivo final de destralhar toda a casa! Mas vamos por partes:
 
Cortina da banheira/poliban: devido à humidade do banho, por muitos cuidados que tenhamos com a cortina de modo a secar o mais rapidamente possível, se não formos lavando com uma diluição de lixívia, poderá aparecer bolor. Se for o caso, tentem retirá-lo com um produto de lixivia ou com esta diluída; se não for possível, ou se a extensão de bolor for grande, troquem-na imediatamente!
 
 
A maior parte das pessoas guarda os medicamentos na casa-de-banho. Se também o fazem, comecem por escolher outro sítio para eles. A casa-de-banho, por acumular humidade, não é o local correto para guardá-los, prefiram um local seco para que não se degradem!
 
Então, quanto aos medicamentos, devem:
  • Escolher um local adequado para eles
  • Verificar a validade - se tiverem passado a validade, guardem num saco e entreguem na farmácia (quando já estivermos livres do covid-19)
  • Alguns medicamentos de administração tópica (cremes, géis, etc), perdem validade algum tempo após a abertura - não se esqueçam de verificar esses!

 

Maquilhagem - a casa de banho também não é o local mais adequado porque, mais uma vez, a humidade vai deteriorar as sombras, blushes, etc. No limite, mantenham na casa de banho apenas aquilo que usam diariamente.

Para destralhar:

  • Artigos que tenha sido abertos há mais de um ano.
  • Artigos que tenham uma cor diferente da inicial - melhor forma de se ver se um verniz ainda está em condições!
  • Sombras, batons e vernizes que tenham uma cor com a qual não nos identificamos e, por isso, já sabemos que apenas estão a ocupar espaço. Se estiverem fechados e em condições, poderão oferecê-lo a quem prefira essas cores.

 

Champo, Amaciador, Gel de Duche, Desodorizante, etc - se a casa de banho for partilhada, separem os produtos pessoais por caixa. No armário, as caixas tornam a arrumação mais fácil e cada pessoa encontra as suas coisas num instante. Para produtos partilhados, organizem-nos por categoria.
 
 
Produtos Veterinários - para quem tem animais, poderão ter produtos específicos para o banho deles. Coloquem numa caixa à parte.
 
 
Arrumação debaixo do lavatório - esta é uma zona mais húmida e poderá haver alguma fuga de água então mais vale prevenir. Poderão guardar aqui os duplicados, também dentro de uma caixa com tampa, para ficarem protegidos. Evitem guardar aqui os sapatos, pois poderão estragar-se.
 
 
Para o lixo, escuso de dizer que vai tudo o que esteja partido e todas as embalagens que estejam abertas há tempo indeterminado ou vazias, certo? ;)
 
 
Vamos destralhar a casa de banho?
 
São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha também a tua opinião. Obrigada!